Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Caos no 112. Ficaram por atender 173 chamadas no domingo

José Caria

No domingo, 173 chamadas para a linha de urgência nacional ficaram por atender, revela o jornal "i" esta terça-feira

Tal como na segunda-feira já havia sido avançado pelo “Correio da Manhã”, a linha de urgência nacional - o 112 - tem tido vários problemas nos últimos dias em dar resposta a todos os pedidos de ajuda. Parte da culpa deve-se ao facto de serem poucos os técnicos da GNR disponíveis para atender chamadas, situação que tem feito aumentar o tempo de espera para além do aceitável.

Segundo o “i” esta terça-feira, 173 chamadas feitas no domingo para a linha de urgência nacional ficaram por atender - ou seja, as pessoas que precisavam de auxílio viram-se obrigadas a desistir do mesmo; para o mesmo dia, foram registados tempos de espera superiores a 20 minutos. Este valor é particularmente grave, tendo em conta que a média do tempo de resposta deveria estar situada nos seis segundos.

De acordo com o matutino, na próxima quarta, quinta e sexta-feiras, entre a meia-noite e as oito da manhã, só vão estar disponíveis três técnicos para atender todas as chamadas de urgência de todo o país.