Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Donativos ao PSD aumentaram 1400% em 2017

TIAGO MIRANDA

Em 2017, o PSD recebeu em donativos 881 mil euros, um valor 14 vezes superior ao de 2016, revela o “Jornal de Negócios” esta quarta-feira

As eleições internas do PSD e as autárquicas em 2017 mobilizaram mais do que militantes - mobilizaram dinheiro para o partido. No ano passado, o PSD recebeu em donativos 881 mil euros, um valor 14 vezes superior ao de 2016 (61 mil euros), revela o “Jornal de Negócios” esta quarta-feira.

O único ano com um registo comparável ao de 2017, segundo o matutino, é o de 2013, também ele ano de eleições autárquicas. Na época, o PSD recebeu um milhão e 81 mil euros em doações, o que também representou uma variação abrupta face ao ano anterior em que o partido tinha recebido pouco mais de 100 mil euros.

Estas oscilações dos donativos devem-se essencialmente à mobilização dos militantes em momentos de eleições, incluindo as internas, e quando estes sentem que o partido está em dificuldades financeiras, disse Hugo Carneiro, secretário-geral adjunto do PSD responsável pela área financeira, em declarações ao “Negócios”.

Num passado recente, lembremos, a oscilação dos donativos em função dos anos eleitorais levantou dúvidas à Entidade das Contas e Financiamentos Políticos (ECFP). Num relatório de 2014, a ECFP revelou que havia indícios de que os partidos registavam os donativos destinados às campanhas eleitorais nas suas contas anuais para maximizar a respectiva subvenção estatal.

Segundo os cálculos do “Negócios” com base nos relatórios e contas dos cinco partidos mais votados, os donativos partidários atingiram os 1,2 milhões de euros em 2017. No ano passado, os socialistas receberam 206 mil euros; o CDS amealhou 131 mil euros; o Bloco de Esquerda acumulou 7720 euros; o PCP só recebeu 6680 euros.