Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Falha informática provoca o caos nas matrículas do novo ano letivo

A plataforma informática, criada pelo Ministério da Educação, que serve para as escolas nacionais distribuírem e registarem os alunos tem sofrido bloqueios constantes

Depois da greve dos professores ter causado um ligeiro atraso no encerramento do ano letivo, eis que surge um novo problema. As matrículas para o próximo ano letivo estão a ficar atrasadas devido a uma falha informática, avança o “Jornal de Notícias” esta quarta-feira. Esta informação foi confirmada ao matutino por muitos diretores de escolas.

A plataforma informática, criada pelo Ministério da Educação, que serve para as escolas nacionais distribuírem e registarem os alunos tem sofrido bloqueios constantes. Além disso, há outros problemas de funcionamento: é lenta e complexa.

Segundo alguns dos diretores escolares ouvidos pelo “JN”, as falhas em vez de decrescerem são cada vez mais e piores; estes lamentam também não terem meios humanos e técnicos suficientes para dar vazão ao número de pais e encarregados de educação que procuram os serviços para inscrever os alunos.