Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Infarmed no Porto tornará serviços mais eficientes e baratos, diz relatório

Além da poupança financeira, a deslocalização do Infarmed para o Porto poderá melhorar o funcionamento do instituto ao nível da produtividade e eficiência, indica relatório do grupo de trabalho criado pelo Ministério da Educação

A mudança do Infarmed para o Porto, anunciada pelo Governo em novembro do ano passado, representará um investimento de cerca de 17 milhões de euros, mas que, ao fim de 15 anos, poderá gerar uma poupança de 8,4 milhões, de acordo com a análise feita pelo grupo de trabalho criado pelo Ministério da Saúde ainda em 2017. Esta notícia é avançada esta segunda-feira pelo “Jornal de Notícias”.

O relatório, a que o “JN” teve acesso, já foi entregue ao ministro da Saúde, Adalberto Campos, que tem agora um documento para sustentar a decisão política anunciada no ano passado pelo primeiro-ministro. “Não se verificam impedimentos absolutos para a deslocalização do Infarmed para o Porto”, aponta.

Além da poupança financeira, a deslocalização do Infarmed para o Porto poderá melhorar o funcionamento do instituto ao nível da produtividade e eficiência, nomeadamente com a construção de instalações mais adequadas do que as atuais, no Parque da Saúde, em Lisboa, indica o documento.

O mesmo relatório alerta ainda para a necessidade de se criar uma estratégia para proteger os recursos humanos, de forma a garantir a continuidade da missão da agência do medicamento.