Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

A partir de 2022, garrafas de plástico vão ter tara recuperável

Chris McGrath/ Getty Images

Apesar desta iniciativa ter o apoio do PAN, o Governo não deverá ir tão longe como a proposta inicial do partido de André Silva

À semelhança do que já acontece com as garrafas de cerveja, a partir de 2022, o plástico deverá também passar a ter tara recuperável - valor que pode ser reclamado pelo consumidor ou gasto novamente em loja. Segundo o “Público” e o “Diário de Notícias” esta quinta-feira, o Ministério do Ambiente está a trabalhar neste sentido, apoiando uma iniciativa já proposta pelo PAN e algumas associações ambientalistas.

A prioridade é criar taras recuperáveis nas embalagens descartáveis de águas minerais e refrigerantes, “aquelas que estão identificadas na estratégia europeia e que, pelo seu volume, mais significado têm”, disse Carlos Martins, secretário de Estado Adjunto e do Ambiente, em declarações ao “Público”.

O processo em si, ao que tudo indica, será semelhante ao que é feito com algumas garrafas de cerveja: o consumidor devolve a garrafa e é reembolsado com o custo da embalagem, que estava incluído no preço do produto que comprou, explica o matutino.

Apesar desta iniciativa ter o apoio do PAN, o Governo não deverá ir tão longe como a proposta inicial do partido de André Silva sugeria. O PAN pretendia que o mesmo sistema fosse aplicado a todas as garrafas de vidro, não só cervejas, e latas.