Siga-nos

Perfil

Expresso

Regiões

Três dias de festa para motoqueiros

Cerca de 30 mil visitantes são esperados em Góis, para a concentração mototurística dos próximos dias 18, 19 e 20

A VILA de Góis, que tem menos de 2.000 residentes, vai receber cerca de 30 mil participantes na Concentração Mototurística de 18, 19 e 20 de Agosto, transformando-se assim temporariamente numa autêntica «cidade motard».

A principal novidade do evento é a montagem de uma discoteca no recinto da concentração. Com uma área de 600 metros quadrados, esta tenda electrónica garante a continuidade da animação, depois das actuações no palco principal, este ano reservadas a artistas e bandas nacionais. Na sexta-feira 18, estão previstos concertos dos Kussondulola, dos Clã e e da banda Boss AC. No sábado, as hostilidade são abertas pelos Arya, seguindo-se os premiados The Gift e Paulo Gonzo. «Trata-se de um investimento enorme, que tem como objectivo trazer mais gente à vila», realçou o presidente do Góis Moto Clube, João Paixão.

Para este fim-de-semana tão especial, a organização preparou um conjunto de actividades paralelas. A saber: Bike Show (mostra em concurso de motos transformadas e pintadas), Encontro de Mini-Hondas (onde as pequenas motos são as principais vedetas) e Encontro Vespa.

Para ajudar à festa, o Góis Moto Clube lançou, no ano passado, a campanha «Zero por cento de álcool, 100 por cento cool». E para a ajudar a cumprir, a organização colocará, nos três dias de festa e nas ruas da vila e no espaço da concentração, 270 agentes da GNR. «É um número anormal de agentes», considerou João Paixão, «mas pretende-se garantir a máxima segurança de todos». É que a Concentração Mototurística já se tornou um motor sócio-económico da região, com as unidades hoteleiras e os espaços de restauração praticamente lotados.