Siga-nos

Perfil

Expresso

Regiões

Penha Garcia volta à época dos Templários

Penha Garcia, no distrito de Castelo Branco, orgulha-se do seu passado templário e vai-o sublinhando, seja nas comemorações dos 750 anos do seu Foral, que vão decorrer por mais uns meses, seja em iniciativas avulsas, como as recentes Jornadas Etnográficas.

Durante três dias, esta localidade do concelho de Idanha-a-Nova viveu à moda da Idade Média, no regresso das Jornadas Etnográficas, mais uma iniciativa cultural enquadrada na comemoração dos 750 anos do Foral de Penha Garcia.

O Foral foi atribuído à terra em 1156 e a data começou a ser publicamente assinalada, em festas oficiais, a 31 de Outubro de 2006. Este ano, as celebração vão prolongar-se por mais dois meses, justamente até ao fim de Outubro.

A leitura do Foral marcou o início das jornadas, cuja cerimónia inaugural seguiu a cartilha da época. Ao ponto de até o presidente da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, um dos seus vereadores e o pároco da freguesia terem envergado trajes da época de 1156.