Siga-nos

Perfil

Expresso

Regiões

Castelo envolto em magia

A neve artifical em torno da fortaleza permite aos miúdos viajarem pelas montanhas geladas através de um trenó em forma de cisne.

Fátima Ferreira/Gazeta das Caldas

O frio intenso e a chuva não impediram que mais de cinco mil pessoas tenham visitado, nos primeiros três dias, a Vila Natal, que teve o seu início no passado sábado. Este ano, a história gira em torno do Quebra-Nozes, não faltando cenários nem personagens do mundo da fantasia.

Na cerca do castelo está recriada a cidade de Nuremberga, povoada por  muitas personagens fantásticas, e onde não falta a oficina do relojoeiro, o local onde foi criado a personagem do Quebra-Nozes como brinquedo de oferta de Natal.

Na Floresta Encantada os miúdos podem saltar de árvore em árvore por uma ponte mágica, ao passo que na Terra do Gelo poderão "viajar" pelas montanhas geladas através de um trenó na forma de um cisne dourado. Os mais pequenos encontram ainda na Aldeia dos Soldados de Chumbo vários ateliers e não falham uma visita à Casa do Pai Natal onde deixam os mais variados pedidos para presente na noite de Natal.

Este ano, a pista de patinagem no gelo foi colocada no recinto do auditório e, ao lado, num anfiteatro, decorrem espectáculos de magia, teatro, bailado, patinagem artística ou concertos. A entrada da vila volta a estar ladeada por quase uma centena de árvores de Natal enfeitadas por instituições ou empresas do concelho e na Praça de Santa Maria está colocado um presépio de grandes dimensões. Mil e um Pai Natais podem ser vistos na Casa do Pelourinho.

Até dia 19, o evento está aberto ao público em geral apenas aos fins-de-semana e feriados. Os dias úteis são reservados, apenas, às visitas escolares, tendo a organização já inscritas mais de 6.700 crianças das escolas.A partir do dia 20, a Vila Natal está aberta diariamente a todos os públicos, só encerrando a 4 de Janeiro.