Siga-nos

Perfil

Expresso

Regiões

Caia responde a 800 pedidos por mês

O Posto Misto de Fronteira do Caia responde, em média, a 800 pedidos de informação por mês, revelou o inspector responsável por aquela estrutura, Rui Barão.

De acordo com o nosso interlocutor, essa é uma das missões daquela unidade de controle, ao qual cabe a recolha, troca e difusão de informações relativas a pessoas, viaturas, armas, notas e documentos, respondendo a solicitações do Cuerpo Nacional de Policia (CNP), de Espanha, e de diversas entidades portuguesas, como os tribunais e os Órgãos de Polícia Criminal (GNR, PSP, Polícia Judiciária, Polícia Marítima e Polícia Municipal de Lisboa).

Nesta vertente, a área geográfica de resposta compreende os distritos de Portalegre, Évora, Beja, Setúbal, Lisboa, Santarém e parcialmente o de Leiria. É o Posto Misto do Caia que, na área da Direcção Regional de Lisboa, fornece indicações «quando, a quente, são detectados dois ou três cidadãos estrangeiros numa determinada situação». Todos os dias, a partir das 17h30 e até às 9h da manhã seguinte, é esta estrutura «que dá informações sobre a legalidade da permanência dessas pessoas em Portugal», completou Rui Barão.