Siga-nos

Perfil

Expresso

Regiões

Abrantes e Aranjuez unidas na promoção turística do Tejo

Futura associação ibérica irá coordenar o desenvolvimento estratégico das zonas ribeirinhas de Portugal e Espanha.

O II ENCONTRO do Tejo Ibérico, realizado em Abrantes, no passado dia 30 de Junho, terminou com uma proposta de criação da Associação Ibérica de Municípios do Tejo, composta pelos concelhos ribeirinhos desde Espanha até à foz do rio em Portugal. A futura associação irá coordenar o «desenvolvimento estratégico» das zonas ribeirinhas dos dois países, através da articulação de investimentos de projectos de animação turística em torno do rio. O objectivo é «pôr no mercado a marca do Vale do Tejo»,

aproveitando alguns arranjos paisagísticos já feitos, devidamente articulados com projectos empresariais.

A primeira versão dos estatutos da associação foi apresentada durante este encontro e em breve vai decorrer uma «reunião informal»entre os autarcas dos dois países para discutir o seu modelo de funcionamento. Uma das ideias já avançadas passa pela criação de uma secretaria permanente que articule os projectos e que seja responsável pela elaboração de acções concretas de promoção desta região, nomeadamente, através da dinamização de um site na Internet, cujo modelo foi apresentado neste encontro.  

O secretário de Estado do Ordenamento do Território e das Cidades, João Serrão, veio ao encontro deixar a ideia de que esta associação poderá desenvolver projectos à escala europeia, dinamizando esta área como uma sub-unidade importante do território europeu, integrando-a desta forma em fundos de apoio comunitários destinados a projectos de «relevância supranacional», que terão verbas reforçadas a partir de 2007.

Durante o encontro foi também assinado o protocolo de parceria para o lançamento do Concurso Internacional de Ideias para a dinamização do rio nas margens do Médio Tejo, celebrado entre os municípios de Abrantes, Constância, Vila Nova da Barquinha, Chamusca, a Associação de Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Norte (ADIRN), Charneca - Associação para a promoção rural da Charneca Ribatejana, Tagus - Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Interior, Gat de Abrantes - Gabinete de Apoio Técnico do Agrupamento de Municípios de Abrantes, Constância, Gavião e Mação, Ordem dos Arquitectos da região sul e com a sociedade Parque Almourol - Promoção e Desenvolvimento Turístico. Este concurso, alargado ao âmbito internacional, tem como objectivo lançar um desafio a várias entidades para apresentarem ideias e projectos de âmbito turístico, económico, ambiental e social, para as margens do Tejo, entre o Aquapolis de Abrantes e toda a área do Parque Almourol.

No encontro, ficou também a proposta do professor Luís Mota, do Politécnico de Tomar, para a criação de um Laboratório de gestão Turística e Cultural do Rio Tejo.