Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Marcelo sobre o PSD: “Vou ouvir” e “não vou interferir”

MARCELO CHELLO/EPA

Depois de um encontro com Rui Rio e de confirmar uma audiência com Luís Montenegro na segunda-feira, o Presidente da República reafirmou que não interfere na vida dos partidos políticos, nada tendo para dizer ao antigo líder da bancada social-democrata

“Não interfiro, nem vou interferir”. Na Casa da Música, no Porto, onde se deslocou para assistir a um concerto, o Presidente da República repetiu que não lhe compete interferir na vida dos partidos, sublinhando, a propósito da situação no PSD: “Não tenho de me pronunciar. A vida do PSD é com o PSD”. tal como “a escolha relativa ao futuro do país é com os portugueses”.

Sobre a audiência com Luís Montenegro, que esta sexta-feira desafiou Rui Rio a avançar para eleições diretas, Marcelo Rebelo de Sousa confirmou que a reunião acontecerá no Palácio de Belém a pedido do social-democrata. “Pediu-me já há dias para o receber e eu recebo-o”, disse.

E o que lhe vai dizer? “Nada”, adiantou Marcelo. “Eu vou ouvir”, acrescentou.

Questionado pelo jornalista da RTP sobre o encontro desta tarde com Rui Rio, o Presidente da República disse estarem em causa coisas diferentes, justificando o pedido para se reunir com o líder social-democrata pela necessidade de o ouvir “sobre três problemas de política externa e interna”, por ter “de tomar decisões”. A questão mais urgente, disse, prende-se com “a descentralização”.