Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Azeredo não resistiu a suspeitas de encobrimento

A pressão tornou-se demasiado forte e Azeredo Lopes antecipou-se: saiu do Governo pelo seu próprio pé, antes que pudesse ser forçado pelas circunstâncias a sair. O ministro da Defesa demitiu-se ontem, uma semana depois de o Expresso noticiar que o major Vasco Brazão — investigador da Polícia Judiciária Militar (PJM) — o envolveu no caso de Tancos, ao dizer ao juiz de instrução criminal que o governante tinha tido conhecimento da encenação da recuperação das armas

Vítor Matos

Vítor Matos

Editor de política

Filipe Santos Costa

Filipe Santos Costa

Jornalista da secção Política

Leia mais na edição deste sábado do Expresso