Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

O dia em que António Costa e Joana Marques Vidal se voltaram a encontrar

Governante e futura ex-procuradora Geral da República, que vai ser substituída por Lucília Gago, estiveram presentes esta terça-feira na atribuição do título doutor honoris causa a Manuel Alegre

O dia em que Manuel Alegre foi homenageado pela Universidade de Lisboa foi também o dia em que António Costa e Joana Marques Vidal voltaram a estar no mesmo metro quadrado.

A ainda procuradora-Geral da República, que motivou debate nacional sobre a sua recondução ou não, chegou à Aula Magna da Reitoria da Universidade de Lisboa cerca de 15 minutos antes das 15h. Ali, na primeira fila, ficou à conversa alguns minutos com Ramalho Eanes e Carlos César, o presidente do Partido Socialista. António Costa terá entrado na sala quase 25 minutos depois.

Se se cumprimentaram, o cenário mais provável mas que não foi possível registar pelo local onde o Expresso estava (a agência Lusa não tem qualquer fotografia do momento), a troca de palavras foi muito breve.

Durante a cerimónia que distinguiu o poeta, António Costa, ao lado de Ferro Rodrigues, e Joana Marques Vidal, entre Ana Catarina Mendes e Carlos César, estavam separados por sete, oito cadeiras.

A seguir, António Costa e Joana Marques Vidal não trocaram quaisquer palavras durante a caminhada até ao Salão Nobre, onde seria servido um “porto de honra” em homenagem a Manuel Alegre. Costa saiu pouco depois, Marques Vidal tardou pouco a seguir-lhe o exemplo.