Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Passos recusou ser condecorado. É cedo

INÁCIO ROSA / LUSA

Marcelo pensou condecorar o ex-primeiro-ministro. Passos foi sondado, mas alegou que ainda é novo. Para se reformar da política?

Pedro Passos Coelho foi sondado pela Presidência da República para ser condecorado por Marcelo Rebelo de Sousa, mas recusou. Quando o ex-primeiro-ministro deixou o Governo, o Presidente da República ainda era Cavaco Silva, que o Expresso não conseguiu confirmar se chegou a contactar Passos Coelho para esse efeito. Mas cinco meses depois Marcelo chegaria a Belém e o contacto foi feito. Passos terá agradecido e alegado ser cedo para receber a comenda que foi atribuída a todos os primeiros-ministros do pós-25 de Abril — com as exceções de Vasco Gonçalves, Pinheiro de Azevedo e José Sócrates. Alguns, como Mota Pinto, apenas receberam a medalha dois anos depois; outros, como Maria de Lurdes Pintassilgo, a título póstumo. A de Passos, vai ter que esperar.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI