Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Recondução da PGR. Marcelo passa a bola ao primeiro-ministro

MANUEL FERNANDO ARAÚJO/LUSA

No dia em que a ministra da Justiça ouve os partidos sobre a recondução ou não da Procuradora Geral da República, Marcelo Rebelo de Sousa reafirma que só fala sobre o assunto depois do primeiro-ministro apresentar uma proposta

"Tal como esclareceu em Leiria no sábado passado e ainda ontem em Celorico de Basto, em resposta aos órgãos de comunicação social, o Presidente da República nunca manifestou, nem pública nem privadamente, qualquer posição sobre a matéria respeitante à nomeação do Procurador-Geral da República", lê-se numa nota publicada esta quarta-feira na página da Presidência da República.

Pelo contrário, esclarece a nota oficial, o Presidente lembra que "sempre afirmou que essa matéria seria apenas objeto de apreciação uma vez apresentada a proposta pelo primeiro-ministro".

Após as audições desta quarta-feira, faltarão poucos dias para António Costa formalizar junto do Presidente da República a sua proposta. Caberá, então, a Marcelo - que constitucionalmente tem a última palavra, nomear o Procurador-Geral - dizer de sua justiça.