Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Cristas quer que Marcelo ouça todos os partidos na nomeação do PGR

Assunção Cristas falou aos jornalistas no final de um encontro com o líder do Partido Oopular espanhol, Pablo Casado

MIGUEL A. LOPES / LUSA

Líder do CDS defende recondução de Joana Marques Vidal, mas entende que o Presidente da República deve ouvir os partidos devido à importância da decisão

A líder do CDS anunciou este sábado que vai pedir ao Presidente da República que ouça os partidos sobre o processo de nomeação do procurador-geral da República (PGR) e insiste na recondução de Joana Marques Vidal. A posição foi transmitida por Assunção Cristas no final de uma reunião de cerca de uma hora com o presidente do Partido Popular (PP) espanhol, Pablo Casado, na sede dos centristas, em Lisboa.

“Faço o apelo para que o senhor Presidente ouça os partidos neste processo. Sabemos bem que a competência da indicação é do Governo e da nomeação é do senhor Presidente da República, mas face à importância do tema e à necessidade de termos garantias quanto ao perfil do próximo PGR, entendemos que seria importante o chefe de Estado poder ouvir todos os partidos”, justificou Assunção Cristas, afirmando que espera que a atual PGR possa ser reconduzida .

Perante os jornalistas, Assunção Cristas disse que o CDS-PP entende que, na vida pública, “quem está a fazer um bom trabalho, quem fez um bom trabalho, quem dá condições de garantia e de independência deve poder continuar, deve ser reconduzido”. Da parte do CDS, a líder democrata-cristã garante que irá o que transmitirá “é, de facto, o desejo de que possa haver a recondução”.