Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Tancos. Exército não vai entregar listagem de material apreendido

Antes de ser ouvido esta tarde em audição na Assembleia da República, o chefe de Estado-Maior do Exército enviou um comunicado à comissão parlamentar de Defesa anunciando que não vai entregar documento requerido pelo CDS

O general Rovisco Duarte já informou o Parlamento que a listagem do material "no qual são descritos os bens apreendidos e que se encontram à guarda do exército" não será disponibilizada aos deputados.

A comunicação foi feita aos deputados esta manhã, ainda antes de o chefe de Estado-Maior do Exército (CEME) se dirigir ao Parlamento, num comunicado a que o Expresso teve acesso.

O general alega que, de acordo com o ofício do DCIAP datado de 22 de junho, o documento em causa, bem como o despacho que validou a apreensão do material, consta dos autos do processo e estão classificados como confidenciais.

Rovisco Duarte diz ainda que os referidos documentos estão em segredo de justiça, pelo que está "legalmente impedido de apresentar a solicitada listagem do material recuperado".

O CEME recorda também que o material em causa "foi objeto de um auto de apreensão datado de 18 de junho de 2018, que foi elaborado pela Polícia Judiciária, no qual são descritos os bens apreendidos e que se encontram agora à guarda do exército".