Siga-nos

Perfil

Expresso

Está Dito

"Tem de haver respeito por um Papa, que deve ser recebido como chefe de Estado. Mas não para pesar no erário público e dar origem a manifestações de servilismo."

Carlos Esperança, da Associação Ateísta Portuguesa, considera inaceitável os custos que a tolerância de ponto e toda a segurança em torno da visita papal terão para o Estado. Público, 06/05/2010