Siga-nos

Perfil

Expresso

Está Dito

"Claro que ficou. Inconformadíssimo."

Celso Cruzeiro, advogado de Paulo Pedroso, questionado sobre se o seu cliente tinha ficado desiludido com a revogação ontem, pelo Tribunal da Relação de Lisboa da decisão do tribunal de primeira instância que, em 2008, tinha condenado o Estado a pagar uma indemnização de 131 mil euros ao antigo ministro socialista. A decisão, afasta a noção de erro grosseiro na prisão preventiva de Pedroso no âmbito do processo Casa Pia. i, 18/06/2010