Siga-nos

Perfil

Expresso

Está Dito

"Acho que as pessoas são naturalmente violentas, quer sejam religiosas ou não religiosas. A agressividade e a sexualidade são as duas grandes energias do ser humano e existem em toda a gente; não queremos com a religião fazer gente capada e anestesiada."

D. Carlos Azevedo, bispo auxiliar de Lisboa e porta-voz da Conferência Episcopal Portuguesa, sobre a recente polémica provocada pelas palavras do Papa Bento XVI, na Universidade de Ratisbona, na Alemanha.