Siga-nos

Perfil

Expresso

Cartas dos leitores

SubPrime

A expressão sub-prime arrisca tornar-se um acessório útil: não são apenas os empréstimos que são sub-prime, mas no caso de alguns países os próprios reguladores (Estados ou os 'reguladores independentes') e os regulados (no caso dos mercados financeiros, os bancos de investimento em particular).

A 'crise' de que se fala em 2008 não é necessariamente por causa dos sub-prime. Os sub-prime podem até ser um factor de pânico que cria uma verdadeira crise. Ou simplesmente uma desculpa para uma crise que tem outros motivos. Os pseudo-capitalistas que há semanas clamavam por menos Estado e mais poder aos privados voltam-se hoje para o Estado em busca de ajuda.

As bolsas em queda e sobretudo as alterações nas taxas de juro e os inúmeros pedidos de agentes do próprio mercado para intervenção pública na economia mostram que o capitalismo, como o temos, é de fachada, e que o mercado não só não é verdadeiramente livre como não sobreviveria sozinho. Precisamos pois de equilíbrio não apenas nas bolsas, mas na relação entre as empresas e os Estados. Só aí, creio, teremos estabilidade.

Frederico Alcântara de Melo, Londres

  • A Redacção reserva-se ao direito de publicar ou não as cartas enviadas, bem como de condensar os originais;
  • Os autores devem identificar-se indicando o n.º do B.I., morada, telefone e endereço de mail, sendo que só o nome, o local e o endereço de mail aparecerão publicados online;
  • Não devolvemos documentos que nos sejam remetidos;
  • As cartas também podem ser versões alargadas de trechos publicados na edição impressa;

Envie a sua opinião paracartas@expresso.pt