Siga-nos

Perfil

Expresso

Cartas dos leitores

Será importante o interesse pela política e políticos?

É confrangedor o espírito negativo que se consegue facilmente observar nas pessoas que nos cruzamos no dia-a-dia; e a resposta não está no sorumbático modo de ser dos portugueses. A falta de estímulo para desenvolver um trabalho útil onde se sinta um verdadeiro contributo, não só para o seu bem pessoal, mas, também para a área onde trabalha, é bem visível. Como pode um país, assim, avançar no sentido de um progresso positivo? Claro que o controlo das contas é importante. Mas, não seria importante que essas contas fossem conjugadas com uma estrutura social onde os seus membros se sentissem realizados, não só no aspecto económico, mas, por exemplo: a nível cultural e outros.

Depois das contas, supostamente acertadas, aparecerá a tese da sustentabilidade dessas contas; então, andaremos mais uns bons anos à procura disso. Provavelmente em período eleitoral, as ideias inerentes a essa tese desaparecerão por uns tempos. Darão lugar a falaciosos optimismos, enquadrados em benesses e acordos, esses sim, sem sustentabilidade alguma. Aparecerão os defensores da moral, da verdade e do rigor; contudo, mal mergulhamos na realidade, todas essas características se dissipam e encerram-se apenas neles próprios. Este retrato bem esclarecedor do que é ser português. Agora. Podemos ter interesse pela política e por quem faz dela modo de vida?

Gens Ramos,  Porto

  • A Redacção reserva-se ao direito de publicar ou não as cartas enviadas, bem como de condensar os originais;
  • Os autores devem identificar-se indicando o n.º do B.I., morada, telefone e endereço de mail, sendo que só o nome, o local e o endereço de mail aparecerão publicados online;
  • Não devolvemos documentos que nos sejam remetidos;
  • As cartas também podem ser versões alargadas de trechos publicados na edição impressa;

Envie a sua opinião paracartas@expresso.pt