Siga-nos

Perfil

Expresso

Paulo Querido

1,2, 3, 4, 5 minutos de video

Qualquer solução pode ser explicada visualmente em não mais de 5 minutos - é desta frase que parte o serviço 5min, uma videopedia, ou enciclopédia onde se acumula conhecimento em forma de video.

O 5min é, no fundo, mais uma plataforma para o alojamento de videos produzidos pelo utilizador. Mas a sua estratégia aponta a um alvo diferente dos alojamentos genéricos: quer reter uma clientela com algum valor em termos de conhecimento, diferenciando-se pela qualidade.

Não vi tudo, ou sequer uma amostra representativa dos conteúdos, mas julgando pela forma como as categorias estão apresentadas e pelos tops dos mais vistos, mais votados e mais debatidos, o 5min consegue estar uns furos acima da qualidade média do YouTube.

Esta componente de qualidade deverá sair reforçada com a presença da Enciclopédia Britânica, que passou a deter ali um canal, à semelhança do que já fazia com o YouTube. (Britânica no 5mins e Britânica no YouTube).

De entre as centenas de serviços de alojamento de videos que, aos poucos, sem vêm tornando em alternativas de consumo de video entretenimento colocando em causa a supremacia da televisão, sugiro ainda os seguintes três:

  • Blip.tv, que tem uma forte política anti-pirataria e suprime a pornografia. Feita a pensar mais nos produtores profissionais que nos utilizadores indistintos.
  • Blogtv distingue-se por oferecer streaming - isto é, emissão em directo e interactiva, em que um pivot conversa com uma audiência que coloca questões numa janela de chat. Muito usado para seriados e programas regulares.
  • mytoons é pensado para os produtores de animação em video. A comunidade mistura profissionais (poucos) com amadores (muitos).

Paulo Querido, jornalista