Siga-nos

Perfil

Expresso

Helsínquia

Ainda não são 11h da manhã e um sol inclemente fustiga a multidão de turistas, na sua imensa maioria chineses, que se espalha pelos mil hectares de jardins de Peterhof e faz brilhar as cúpulas douradas das fontes da Grande Cascata do Palácio Central. Neste seu delirante sonho inspirado em Versalhes e nos palácios alemães e situado a uns 70 quilómetros de São Petersburgo, Pedro “o Grande” podia avistar à direita a cidade que ele próprio fundara pela mesma altura, há trezentos anos, e, à esquerda, a base naval de Kronstadt, que mandara construir para fundear a Marinha de Guerra com que pretendia dominar o Báltico.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)