Siga-nos

Perfil

Expresso

As igrejas de Lisboa

Há muitos, muitos anos, ia à missa todos os domingos. Após conciliábulos sobre a indumentária, saía de casa ao lado dos meus pais e da minha irmã Isabel. Inicialmente, íamos à Igreja de São Mamede, a cuja paróquia pertencíamos. Em jejum, porque desejava comungar. Finda a cerimónia, os meus pais levavam-me até à pastelaria Alsaciana, onde comia sempre um jesuíta.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)