Siga-nos

Perfil

Expresso

A insustentável leveza dos mercados

Com a crise de 2008 soaram múltiplas campainhas de alarme em Portugal e uma delas dizia respeito a um potencial empresarialmente subaproveitado, os mercados externos, diversificando para mercados não-tradicionais. Cabe ao empresário a decisão sobre a otimização da sua estratégia e qual o papel destes novos destinos. Paralelamente, qualquer governo deve encontrar meios de apoio a tais esforços.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para descarregar as edições para leitura offline)