Siga-nos

Perfil

Expresso

E as empresas, senhores?

Três anos de Governo e quatro orçamentos depois é possível dizer sem qualquer dúvida que os grandes esquecidos da ‘geringonça’ são as empresas. A esquerda reverteu políticas do anterior governo, tratou da função pública, aumentou a fiscalidade indireta, repôs as 35 horas em alguns sectores do Estado, concretizou algumas das causas fraturantes que alimentaram o Bloco de Esquerda e navegou à bolina de uma excecional conjuntura internacional. Tratou dos interesses de quem consome a riqueza, o Estado e os seus dependentes, mas ignorou por completo quem a produz.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para descarregar as edições para leitura offline)