Siga-nos

Perfil

Expresso

Da Ciência para a Arte

Que fazer com os velhos modelos científicos, reais ou construídos, usados para o ensino e compreensão das ciências e há muito obsoletos? Em museus de história natural, são velharias e hoje ninguém lhes liga. George Loudon, um ex-colecionador londrino de arte contemporânea, farto do “quanto maior, melhor” (isto é, mais caro), teve uma excelente ideia: desfazer-se da sua valiosíssima coleção e começar a juntar pequenos objetos, outrora utilizados nas demonstrações das ciências dos três reinos da Natureza: animal, vegetal e mineral. Coisas como o crânio de um bacalhau ou frascos de fruta e hortaliças em conserva. Sabemos que o significado depende do contexto, e isto também é válido para apetrechos e peças utilitárias da mais diversas origens.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)