Siga-nos

Perfil

Expresso

Porto de Setúbal

Poucas coisas me incomodaram mais, ao longo da vida, do que a decrepitude, em que sempre vi um prenúncio de morte (eu que, acima de tudo, prezo a vida). A ferrugem. As máquinas que, lentamente, vão deixando de funcionar (o começo é quase sempre impercetível). Os equipamentos, as instalações e as infraestruturas sem manutenção, em risco de colapso (antiga EN 255, em Borba...).

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para descarregar as edições para leitura offline)