Siga-nos

Perfil

Expresso

Joviana Benedito

Ciberbanalização do amor

Zeca abriu os olhos quando ouviu a ordem de apertar os cintos.

Esfregou os olhos e tomou consciência do objectivo daquela viagem. Subitamente, sentiu-se afogueado. Transpirava. Tremia. O que lhe parecera uma loucura adorável estava agora a incomodá-lo... mas ao mesmo tempo a atrai-lo. Entre entusiasta e crítico da sua própria decisão aterrou. Jersey City estava a seus pés. A Austrália já ficara longe. Pela sua cabeça passavam imagens e sons das ciberconversas quase diárias com Rose. Trocavam ternura e carinho sem fim. Zeca sentia em Rose aquele amor adolescente que perdera quando, há anos, deixara a sua terra natal em Portugal. A saudade deste amor moveu-o para esta louca e longa viagem.

Cumpriu as formalidades e voou para casa da sua amada virtual. Uniram-se num completo abraço-beijo demorado e feliz. Conversaram, saíram, passearam, foram ao cinema. Mão dada, beijinhos, abraços, ternuras mil. Pareciam dois adolescentes a descobrir a vida. A noite foi de amor, de carinho, de carícias, de promessas de amor eterno e imutável.

Quando um novo dia nasceu Zeca acordou com a boca azeda, a cabeça dorida e, sobretudo, uma insatisfação interior inexplicável. Sentiu-se vazio. Todo o seu ser se negava à continuação desta situação. Tinha passado o choque de amor romântico. A sua intuição dizia-lhe que não era ali que estava a sua felicidade que há tanto tempo perseguia. Decidiu correr atrás dela mais uma vez.

Tina esperava-o em New York. Era uma grande amiga, de ascendência portuguesa, que encontrara na Net e com quem mantinha longas ciberconversas e troca de mails que alimentavam a saudade que os dois sentiam do seu país. Abraçaram-se espontânea e vigorosamente. Os olhos e o sorriso de ambos cruzaram-se várias vezes. As bocas uniram-se. Zeca recebeu aquele impacto do momento mágico. Sentiu paz, bem-estar, afinidade. Teve a sensação estranha de que a conhecia há muito. Passaram dias vivendo a magia do amor. Delinearam projectos e marcaram a viagem para a Austrália.

Uma noite Zeca foi ao computador para ler o seu correio electrónico. Entrou no Messenger e viu online uma outra amiga virtual, a Valy. Conversaram.

No dia seguinte voou para Seatle. Valy estava linda e radiante à sua espera. Passaram dois dias visitando a cidade e vivendo o encantamento do virtual tornado real.

Zeca voltou a New York e com Tina partiu em lua-de-mel para Lisboa.

Nikita ouviu de Zeca este pedaço da sua vida e interrogou-se:

- ciberbanalização do amor?!

Joviana Benedito

P
rofª. aposentada do Ensino Sec. e autora