Siga-nos

Perfil

Expresso

O líder alto e loiro

Parece que uma das características do mundo livre é precisar de um líder. O que quer dizer que quanto mais livre mais necessitado de obediência ao chefe do mundo livre. Nesta aceção de liberdade, o Presidente americano foi, até há pouco tempo, o líder do mundo livre. Isto queria dizer que o resto do mundo livre, e próspero, fazia o que o mais próspero de todos mandava fazer. Vamos invadir o Iraque? Vamos. Vamos reconstruir o Iraque e ganhar umas massas à custa disso? Vamos. Vamos destruir a América Latina? Vamos. Vamos cercar o Irão? Vamos. Vamos ajudar a corromper ainda mais o Afeganistão? Vamos. A teoria sobraça quando se repara nas consequências da liderança do mundo livre. O Médio Oriente a arder, a Rússia a mandar, mais parecendo Putin o verdadeiro líder do mundo livre com o bónus de ser também o líder do mundo não livre, a Europa cercada de refugiados e terroristas, e, no claro Ocidente, esse farol da civilização capitalista que é a América de Trump e amigos.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)