Siga-nos

Perfil

Expresso

Calem lá o capitão, ou dou cabo daquele país todo e de passagem arraso a Venezuela

Chegou como quem chega do nada, e também nada perguntou. Mal sei como Ele se chama, mas entendo o que Ele quer; sentou-se na minha cama” — esperem aí, isto é uma letra do Chico Buarque, da canção ‘Teresinha’, mas foi mais ou menos assim que aconteceu. Chegou e disse: “Olha!” Eu olhei e perguntei, ‘quem és’? E Ele disse “Eu sou Aquele que É”. Eu não percebi nada, salvo que ele devia ser importante e por isso deixei-me estar deitado na cama, enquanto ele olhava para mim perscrutantemente, como se me trespassasse, até que perguntou:

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para descarregar as edições para leitura offline)