Siga-nos

Perfil

Expresso

O sonho da borboleta

A realidade é o que é real. E o que é real, é a realidade. Chamamos realidade ao que é real. O real é aquilo a que chamamos realidade. And so on... Mas uma coisa é uma rosa, outra o nome da rosa. Mais: uma coisa é saber o nome da coisa, outra é saber a coisa. Que sabemos nós da realidade? Os filósofos, maioritariamente neuróticos, raramente psicóticos — seriam estes que justificam o que disse da metafísica o argentino Jorge Luis Borges: “É um ramo da literatura fantástica?” — andaram às voltas com o conceito.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)