Siga-nos

Perfil

Expresso

O pântano de Tancos

Há um ano e praticamente meio que é assim: de cada vez que surgem novidades sobre o caso do roubo de material militar dos paióis de Tancos as revelações trazem mais e mais dúvidas. E só fazem aumentar a sensação de pântano em torno de toda esta questão. Foi assim quando se percebeu a falha flagrante do Estado em junho de 2018, depois de sabermos a forma como o material foi levado de instalações militares; foi assim aquando da recuperação do material num baldio da Chamusca; voltou a ser assim agora quando se percebeu a conivência e o encobrimento de vários braços do Estado no episódio da recuperação do material roubado. E em todos estes episódios salta à vista a forma pouco hábil como os mais altos responsáveis militares, e os responsáveis políticos, lidaram com o assunto. Agora, e na iminência da criação de uma comissão de inquérito, um depoimento judicial envolve o ministro da Defesa em todo o caso. Tal como afirmámos no início deste editorial, quanto mais sabemos sobre o caso mais dúvidas existem.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)