Siga-nos

Perfil

Expresso

Que justiça vamos ter?

A substituição de Joana Marques Vidal por Lucília Gago é uma vitória política de António Costa. O PM e o PS eram contra a renovação do mandato da PGR e levaram a água ao seu moinho. Mas a história não acaba aqui. Ficaram explicações por dar e faltou clareza: porque é que a continuação de uma PGR muito elogiada seria negativa? Este ponto não é de somenos. A forma como a investigação judicial, em particular no chamado combate à corrupção e à criminalidade financeira, se comportou nos últimos anos, mesmo não isenta de críticas, mudou a forma como a Justiça é encarada em Portugal. E esse ganho não deve mesmo ser perdido. Lucília Gago, próxima de Marques Vidal, é tida como uma magistrada obstinada e avessa à exposição pública. Entra no lugar com a fasquia colocada bem alto. O que torna o seu desafio maior.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)