Siga-nos

Perfil

Expresso

A Europa decente

Há passos que, por mais pequenos que sejam, merecem ser salientados. É o caso da aprovação esta semana no Parlamento Europeu do chamado relatório Sargentini (leva o nome da autora, eurodeputada holandesa dos verdes), que apela aos Estados-membros da União Europeia para ativarem medidas previstas nos tratados contra as repetidas violações de Direitos Humanos por parte da Hungria de Viktor Orbán. Os mais cínicos podem alegar que dificilmente esta censura terá efeitos práticos e palpáveis, na medida em que no Conselho Europeu a Polónia vai estar ao lado de Orbán e impedir a unanimidade necessária.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)