Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

O que seria necessário para deixar o carro e ir trabalhar de transportes públicos?

A quebra na utilização das carreiras levou governos e operadores a ensaiarem sucessivas soluções que tornem menos atractiva a utilização dos automóveis particulares. Algumas decisões dos últimos anos começam a dar resultados: o aumento das redes do metro de Lisboa e do Porto já permitiram a conquista de 12,7% de passageiros no 1.º trimestre deste ano. No mesmo período, os comboios suburbanos recuperaram 2,4% de utentes. Estes e outros temas serão certamente debatidos durante a semana Europeia da Mobilidade, até sexta-feira, 22.