Siga-nos

Perfil

Expresso

João Vieira Pereira Diretor-Adjunto

Mesmo de jeans, Angola fica-lhe tão bem

18 de Setembro de 2018

Não há nada que irrite mais do que classificarem como “um irritante” uma investigação judicial a um caso de alegada corrupção a um procurador. Não sei de quem foi a ideia, mas mostra uma notória falta de respeito para com a Justiça quando se compara aquela investigação a uma espécie de mosca chata que não nos larga.

Agora que a dita mosca se foi embora, António Costa aterrou em Luanda. Mas para quem se preocupa tanto com os pequenos irritantes nas relações com aquele país, a visita do primeiro-ministro não podia ter começado pior.

Desconheço o que se passou na cabeça de quem gere o protocolo nestas viagens, mas alguém cometeu um erro crasso. Não porque António Costa desembarcou do avião vestindo jeans, sem gravata e trajando um ar descontraído que até lhe fica bem. Mas porque o fez em Angola, num dia feriado dedicado à memória do herói nacional Agostinho Neto, demonstrando um total desconhecimento da realidade daquele país onde a formalidade é rei. Como não acredito que o tenha feito de propósito, alguém fez asneira e da grossa. O Público escreve que o primeiro-ministro não estava a espera de uma receção tão solene que até teve direito a guarda de honra.

O caro leitor pode até pode achar que este episódio não teve importância alguma, mas acredite que basta conhecer minimamente Angola para saber que as jeans é que são um irritante totalmente desnecessário.

Se Costa percebeu o erro fez de conta, e bem, que nada se passou. Garantiu que os problemas entre os dois países são passado, que há sinais positivos para resolver a dívida de Angola às empresas portuguesas, estimada em mais de 400 milhões de euros, e anunciou o alargamento em 500 milhões de euros da linha de crédito de apoio às exportações para aquele país.

Enquanto isso, em Portugal, Marcelo afirmou que a visita do primeiro-ministro é uma "ocasião única" para um entendimento entre os dois países. Até porque “não é por acaso que o primeiro-ministro está lá agora e daqui a dois meses estará cá o Presidente de Angola".

A visita atinge hoje o ponto mais alto. Pelas 11h, António Costa irá encontrar-se com o Presidente João Lourenço. Visita que pode acompanhar no site do Expresso.

Trump outra vez O Presidente norte americano escalou a guerra comercial com a China ao anunciar mais 200 mil milhões de dólares de tarifas sobre a importação dos mais variados produtos chineses. Os mercados não estão a gostar e este deve ser um dos temas que vai marcar o dia. O Governo chinês já convocou uma reunião para discutir o tema mas os analistas dizem que Pequim não está muito preocupado, pois a China tem ferramentas orçamentais e monetárias para lidar com a situação.

E ainda Trump outra vez A administração Trump anunciou que o limite para o número de refugiados aceite nos EUA será, no próximo ano, de 30 mil, o valor mais baixo de sempre.

Até tu Brett A nomeação de Brett Kavanaugh para juiz do Supremo Tribunal dos EUA pode ter de ser adiada, depois de ter sido acusado de ter atacado sexualmente uma mulher quando eram adolescentes. Kavanaugh, que mantém o apoio de Trump, já refutou as acusações e mostrou-se disponível para ir ao Senado depor.

A Guerra voltou para ganhar A série televisiva ‘Guerra dos Tronos’ foi a grande vencedora dos Emmys deste ano ao arrecadar 7 prémios. A noite foi literalmente dividida entre a cadeia HBO e a Netflix, com 23 prémios cada. Veja aqui todos os nomeados e vencedores. E as fotos da passadeira vermelha (sim, é só para assinantes).

O banqueiro dos ricos António Simões já era uma figura importante no topo do HSBC, agora foi indicado para liderar o negócio da banca privada do grupo a nível global.

Energia a todo o gás A Comissão Parlamentar de Inquérito às rendas da energia vai ter mais quatro audições esta semana. Hoje serão ouvidos os antigos presidentes executivos da REN, José Penedos (de manhã), e da EDP, João Talone (à tarde). Confira aqui os senhores que se seguem.

Olha o passarinho Um avião da companhia France Soleil foi obrigado a alterar a sua rota de aproximação ao aeroporto de Lisboa após um avião da TAP se ter cruzado com um drone pouco antes de aterrar.

Era um porto… romano Foi descoberto, em Vila do Bispo, um porto romano com dois mil anos, com o melhor estado de conservação identificado até hoje em Portugal.

Comporta não As associações ZERO e Transparência e Integridade defendem que exigências atuais de ordenamento do território não são compatíveis com projetos imobiliários especulativos e por isso querem travar a venda da Herdade da Comporta. Pergunta: quem é que paga a dívida de quase €130 milhões à Caixa Geral de Depósitos? Eles?

Adeus à perninha O Bloco de Esquerda tinha feito a proposta e agora o Conselho Superior do Ministério Público e o Conselho Superior de Magistratura concordam: os magistrados que queiram aproveitar a reforma para fazer uma ‘perninha’ na arbitragem fiscal devem perder, de forma definitiva, o direito à condição de jubilados, e o suplemento remuneratório a que têm direito.

E adeus mister “toupeira” Paulo Gonçalves, assessor jurídico do Benfica e arguido no caso e-toupeira, pediu para sair por “razões de natureza pessoal”. Dizem que para se dedicar à sua defesa num processo judicial, em nada relacionado com o exercício de funções que tinha no clube.

Um precário para mim…. um precário para ti Nos municípios, mais de metade dos trabalhadores precários não foram, até agora, integrados com um contrato de trabalho sem termo, e muitos vão mesmo ficar sem ele. É essa a conclusão a retirar de uma amostra de 34 municípios portugueses.

As associações também se abatem A morte anunciada da Associação Industrial do Minho (AIMinho) em 2013, ano em foi abalada por uma operação policial que procurava provas de fraude na aplicação de fundos comunitários, foi agora concretizada. A assembleia de credores confirmou a liquidação, com os votos do Novo Banco a serem decisivos.

A Lua é japonesa Maezawa, o jovem milionário japonês que fundou o maior negócio online de venda de roupa no seu país, foi escolhido por Elon Musk para ser o primeiro passageiro do projeto Space X e assim ser lançado numa viagem à volta da Lua.

Esperança síria Mais uma tragédia humanitária pode ter sido evitada depois da Rússia e a Turquia terem acordado criar uma zona desmilitarizada em Idlib e que sirva de tampão entre as forças rebeldes e o exército sírio.

Encontro de irmãos É a terceira reunião entre os líderes das Coreias. O Norte recebe o Sul.

Comboios de água Vapor e água são as únicas emissões dos novos comboios quer circulam entre algumas cidades alemãs. Os primeiros do mundo movidos a hidrogénio.

Bruxelas says nay O Brexit parece uma novela negra. Segundo o The Guardian, Bruxelas quer que o Governo Britânico 'veja o abismo' que uma situação de não acordo provocaria antes de as negociações chegarem a bom porto. A relação entre os dois blocos está cada vez mais tensa depois de Macron ter dito que quer delinear os termos de um futuro acordo já e não deixar nada para depois do dia ‘D’, 29 de Março de 2019.

Go Florence, please go A tempestade Florence já passou mas há áreas dos estados da Carolina que continuam ameaçadas por cheias, já que o leito dos rios continua a subir.

Go Mangkhut, please go Nas Filipinas continuam as buscas pelos mais de 40 trabalhadores que ficaram soterrados nos escombros de uma mina de ouro na sequência da passagem do tufão Mangkhut. Só naquele país já há mais de 100 vítimas mortais. A tempestade espalhou uma onda de destruição em alguns países do sudeste asiático.

Moscovo diz sim, Kiev diz não A Rússia diz ter provas de que a Ucrânia foi responsável pela queda do avião da Malaysia Airlines, em 2014, numa região controlada pelos separatistas pró-russos. "É outra mentira e falsidade da Rússia”, assim reagiram as autoridades ucranianas à acusação.

Os jornais do dia O Público destaca a visita de António Costa a Angola, (tema que faz capa em todos os jornais), mas a escolha de manchete vai para a informação de que o Governo quer que o SNS tenha dentistas em todos os concelhos até 2020. O Jornal de Notícias conta que há um inquérito na escolas que está a causar polémica e a gerar acusações de racismo. O jornal ‘i’ diz que André Ventura já tem 2500 assinaturas para destituir Rui Rio. O Correio da Manhã escreve que há reformas pagas com 9 meses de atraso. E o Negócios opta por denunciar que as empresas já estão a sentir a alta do preço da energia.

O QUE DIZEM OS NÚMEROS
€73,87 euros
é o preço mínimo a pagar por mês para ver todos os jogos do Benfica esta época. Por ano, são quase 900 euros só para acompanhar todas as competições de futebol.


2,1% é quanto caiu o número de turistas em Portugal, no mês de julho e em termos homólogos

Há zonas de Lisboa onde 34% das casas já são ocupadas por turistas.

LIDO
“Acredito que os professores de Portugal são isto. Eu, como professor, tenho a certeza que os professores de Portugal são dos melhores do mundo, porque têm esperança, porque transmitem essa esperança, porque olham para o futuro e porque estão disponíveis”Marcelo Rebelo de Sousa

“Quando aceitei este convite, não sabia quanto ia ganhar”Cristina Ferreira em entrevista à SIC

“Apesar de termos, literalmente, dado o peito às balas e de o tribunal ter decidido a ilegalidade/extemporaneidade de qualquer ato eleitoral antes de decididas as questões disciplinares criadas pelas duas putativas comissões de JMS, nada foi capaz de evitar que as eleições acontecessem”Bruno de Carvalho e Alexandre Godinho

O QUE EU ANDO A LER
Infelizmente não consegui estar ontem no Porto para ouvir Richard Thaler. O Nobel da Economia é um dos meus favoritos. A forma como nos faz olhar o mundo, e coloca em causa anos e anos de correntes económicas consideradas à prova de bala, é absolutamente genial.

A economia comportamental é poesia num mundo que se perde em modelos econométricos e vibra com sistemas de equações lineares. Por isso os racionalistas detestam-no quando expurga da teoria económica as decisões otimizadoras dos agentes económicos e usa a psicologia ou outras ciências sociais para explicar, por exemplo, porque poupamos tão pouco.

O economista deu uma entrevista ao Expresso (que pode ler no final deste longo artigo sobre os 10 anos da crise financeira) que não deve perder. E se ficar curioso com o que é um ‘Homer Economicus’ atreva-se a atacar Nudge, que já recomendei neste espaço, ou Misbehaving, o meu preferido, por ser uma viagem biográfica pela história do pensamento económico moderno.

Este Expresso Curto fica por aqui. Amanhã regressa pelos dedos de Paula Santos. Tenha uma ótima terça-feira.

Partilhe esta edição