Siga-nos

Perfil

Expresso

Fotogaleria

O dia seguinte ao terror

OS ATENTADOS de 11 de Julho nos transportes públicos de Bombaim, Índia, causaram pelo menos 190 mortos e 625 feridos. Dois dos principais grupos extremistas islâmicos de Caxemira, o Lashkar-Tayyaba e o Hezb-ul-Mujahedeen, negam qualquer envolvimento nos sete atentados com explosivos que atingiram vários comboios e o metropolitano dos subúrbios de Bombaim, a capital económica da Índia.