Siga-nos

Perfil

Expresso

Expresso TV

'Turma da Mónica' em defesa do planeta

No espaço de um mês mais de 500 mil pessoas já viram, no Brasil, o novo filme de Maurício de Sousa: 'Uma Aventura no Tempo'.

No filme  'Uma Aventura no Tempo', que estreou em Fevereiro  nos cinemas do Brasil, a até aqui inseparável 'Turma da Mónica' divide-se para salvar a Terra. Para cumprir esta missão, cada um dos personagens  –  criados pelo cartoonista brasileiro Maurício de Sousa – é enviado para uma época distinta da História da humanidade, seja a pré-História, o passado recente ou até o futuro, no século 30.

Durante o filme, a 'Turma da Mónica' vai enfrentar vários vilões, tal como a sedutora Cabeleira Negra, a pirata do futuro, descendente do Barba Negra. De destacar ainda a participação de dois dos mais novos personagens da 'turma', deficientes físicos, a cega Dorinha e o Luca, que anda em cadeira de rodas.

Neste longa-metragem, Mónica, Cebolinha, Cascão e Magali vão recuperar os quatro elementos fundamentais da natureza: a água, o ar, o fogo e a terra. A aventura de ficção científica começa com a criação da máquina do tempo pelo personagem Franjinha. É este pequeno cientista, com a sua máquina mirabolante, que  transporta a 'Turma da Mónica' em 'Uma Aventura no Tempo'.

O argumento, elogiado pela crítica brasileira que também enaltece a qualidade da banda sonora, é acessível a todos, inclusive ao mais pequenos.

O 10.ª longa-metragem do cartoonista brasileiro foi feito com a colaboração de jovens, incluindo adolescentes, que aprenderam a ler com a 'Turma da Mónica'.