Siga-nos

Perfil

Expresso

Expresso TV

Médicos americanos transplantam 80% do rosto de uma mulher

Durante 22 horas, uma equipa de médicos da Cleveland Clinic transplantou 80% dos músculos, ossos, nervos e pele, de uma outra mulher que havia morrido horas antes. Os primeiros resultados são animadores.

Carlos Abreu*

http://downloads.officeshare.pt/expressoonline/video/transplante.swf

Uma operação deste tipo suscita sempre questões de ordem ética. Ao contrário do que acontece nos transplantes de órgãos vitais, como o coração, o transplante da face têm como principal objectivo melhorar a qualidade de vida do paciente e não prolongá-la.

Os pacientes correm sérios riscos de vida e estão condenados a tomar medicamentos imunossupressores para o resto das suas vidas como forma de prevenir a rejeição do órgão, aumentando assim as possibilidades de contraírem um cancro ou infecções.

Mas para Eric Kodish, o chefe do departamento de bioética do Cleveland Clinic, o hospital norte-americano onde tudo aconteceu, as circunstâncias e os procedimentos seguidos neste caso estão "acima de qualquer crítica". "Não se trata de uma vulgar cirurgia plástica", afirmou Kodish durante uma conferência de imprensa.

Na mesma altura, Maria Siemionow, a médica que liderou a equipa de cirurgiões, lembrou que nos últimos quatro anos chegou a considerar por diversas vezes transplantar dezenas de vítimas de queimaduras graves, tendo treinado muitas horas em animais e cadáveres para aperfeiçoar a técnica.

"Todas as operações convencionais para reconstrução do rosto desta mulher, realizadas no passado, falharam", lembrou Maria Siemionow. O futuro dirá se esta ficará para a história da medicina como um grande sucesso.

Esta cirurgia é a quarta a ser realizada a nível mundial, mas a primeira a decorrer nos Estados Unidos.

Novembro de 2005, Amiens, França - Depois de ter sido atacada por um cão Isabelle Dinoire, de 38 anos, recebeu um novo nariz, queixo e lábios de um dador em morte cerebral. Os médicos garantiram-lhe que teria um rosto híbrido, algures entre a dadora e a sua antiga aparência.

Abril de 2006, Hospital Militar de Xijing, China - Li Guoxing, um agricultor de 30 anos, é ferido com gravidade por um urso que decidiu enfrentar para proteger as suas ovelhas. Foi-lhe transplantado uma bochecha, o lábio superior e o nariz.

Janeiro de 2007, Paris, França - Pascal Coler, 29 anos, vítima de uma patologia genética rara que deforma o rosto - doença de Recklinghausen - é operado no Hospital Henri Mondor pela equipa do Prof. Laurent Lantieri.