Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Nelson Mandela hospitalizado mas consciente

Um infeção pulmonar recorrente obriga a novo internamento hospitalar do Nobel da Paz. A Presidência do seu país apela à calma e pede ao "povo sul-africano e ao resto do mundo" que rezem por Madiba e pela sua família.

Maria Luiza Rolim

O antigo presidente sul-africano Nelson Mandela foi hospitalizado a noite passada, devido a uma infeção pulmonar recorrente, informou hoje a Presidência da África do Sul. O atual Presidente, Jacob Zuma, apela à calma no país. 

Segundo a Presidência, Madiba, nome pelo qual é conhecido na sua tribo, está "consciente e a responder positivamente ao tratamento". Em declarações à BBC, o Presidente Jacob Zuma disse que "Nelson Mandela está em boas mãos e o país não deve entrar em pânico". 

Mandela, 94 anos, foi internado "devido à recorrência da infeção pulmonar" de que padece, pouco antes da meia-noite de quarta-feira, lê-se no comunicado do gabinete do Presidente Jacob Zuma, sem precisar o local onde o Nobel da Paz foi hospitalizado.

"Os médicos estão a tratá-lo e a assegurar que ele beneficia do melhor tratamento possível e de todo o conforto", refere Zuma.

O Presidente Jacob Zuma desejou a recuperação rápida do herói nacional, líder da luta contra o apartheid.

Dezenas de jornalistas, incluindo equipas de televisão, montaram guarda em frente ao hospital de Pretória, suspeitando que Mandela se encontre ali.

A presidência da África do Sul apelou à imprensa para "respeitar a intimidade" do prémio Nobel da Paz e "para deixarem os médicos fazerem o seu trabalho".

Nos últimos cinco anos, Mandela foi hospitalizado cinco vezes, três das quais somente no ano passado.

Em dezembro do ano passado, o antigo líder sul-africano esteve internado durante 18 dias, já então devido à recorrência da infeção pulmonar.

No início de março, Nelson Mandela foi hospitalizado por 24 horas, para exames de rotina.