Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Ex-Presidente Musharraf regressa ao Paquistão

O ex-presidente do Paquistão voltou hoje para o país, após quase quatro anos de exílio,  esperando entrar na corrida para as eleições.

Liliana Coelho, com agências

O ex-presidente do Paquistão, Pervez Musharraf, deixou hoje o Dubai com destino ao seu país, depois de quatro anos de exílio, apesar da possibilidade de prisão e da ameaça de morte dos Taliban.



Segundo a AFP, Musharraf espera recuperar a influência e poder concorrer na eleição geral marcada para o próximo dia 11 de maio, que conta com Nawaz Sharif na corrida, o homem que já destituiu num golpe militar.

O ex-presidente paquistanês vai passar os primeiros dias na cidade portuária de Karachi, antes de partir para Islamabad, com vista a resolver os assuntos pendentes com as autoridades.

Os talibãs do Paquistão divulgaram no sábado um vídeo, anunciando que iriam enviar homens-bomba e atiradores para matar Musharraf, mas o ex-presidente, que se uniu à luta contra o terrorismo após o 11 de Setembro, desvalorizou as ameaças.



Pervez Musharraf é acusado de não possibilitar a segurança à ex-primeiro ministra Benazir Bhutto, antes de ser assassinada em 2007, assim como de estar envolvido na morte do líder separatista Baluch.

O ex-presidente do Paquistão esteve no poder desde 1999, após um golpe de estado contra o governo de Nawaz Sharif, até 2008, deixando o país um ano depois.