Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Comparação de Merkel a Hitler leva "El País" a retirar artigo de opinião

No texto, o economista Juan Torres López dizia que a chanceler, tal como o ditador, declarara guerra ao resto da Europa. E lamenta que o artigo tivesse sido mal interpretado

A comparação de Angela Merkel a Hitler, enquanto líder que também "declarou guerra ao resto da Europa", levou o jornal "El Pais" a retirar ontem, do seu site, o artigo de opinião "A Alemanha contra a Europa".

Da autoria do economista espanhol Juan Torres López, o artigo foi publicado na edição do jornal na Andaluzia, mas acabaria retirado da edição online por "conter afirmações que o jornal considera inapropriadas", esclareceu posteriormente o diário numa nota explicativa.

O "El Pais" lamenta ainda que "um erro nas tarefas de supervisão tenha permitido a publicação" do referido conteúdo, cujas opiniões, sublinha, "representam apenas o autor".

No texto, o economista começa por considerar "muito significativo" que por norma "se fale em castigo" para referir as medidas que "Merkel e os seus ministros impõem aos países mais afectados pela crise".

A chanceler é depois descrita como "a defensora dos banqueiros alemães", a quem resolveu ajudar "pondo em marcha duas estratégias", uma delas através dos programes de resgate "vendidos como se se destinassem a salvar os países" em dificuldade.

"Merkel, como Hitler, declarou guerra ao resto da Europa, agora para garantir o seu espaço económico vital", diz a frase na origem da polémica.

Em resposta ao sucedido e aos comentários suscitados nas redes sociais, Juan Torres López lamenta que o seu texto tenha sido mal interpretado. "Creio que é evidente que não são pessoas comparáveis", nem as suas políticas se assemelham nos danos, declarou, sem querer comentar em concreto a decisão do jornal.

"Interpretar o texto desta da forma como foi feito serve apenas para desviar a atenção do foco do artigo, que é claramente outro", concluiu o professor da Universidade de Sevilha.