Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Anders Breivik ameaça fazer greve de fome

Assassino norueguês contesta as condições da prisão e exige acesso a um computador e novos videojogos.

O assassino norueguês Anders Breivik ameaça iniciar uma greve de fome em sinal de protesto pelas condições da sua detenção. Uma das exigências é a obtenção de novos videojogos.

Numa carta enviada no final de janeiro para a agência AFP, o responsável pela morte de 77 pessoas na ilha de Utoya, Noruega, em 2011, classifica como "tortura" a forma como é tratado na prisão e enumera as várias razões de queixa.

Além de pedir a substituição da Playstation 2 de que dispõe pelo modelo mais recente, além do acesso a jogos para adultos à sua escolha, Breivik exige a possibilidade de caminhar e de comunicar, quer um computador "em vez da inútil máquina de escrever com tecnologia de 1873" e reclama o aumento do seu pagamento semanal.

O homicida alega que se comportou na prisão de maneira exemplar e na carta também dirigida às autoridades acusa-as de o estarem a tratar "pior do que a um animal".

"Estão a matar-me", afirma Breivik, que cumpre uma pena de 21 anos com possibilidade de prolongamento.