Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

UE prepara-se para adiar Brexit

FACUNDO ARRIZABALAGA/EPA

A saída do Reino Unido da União Europeia pode ser adiada para julho, se o Governo de Theresa May o solicitar

Dando quase como certo que a primeira ministra britânica, Theresa May, não conseguirá um acordo no Parlamento na próxima semana, a União Europeia (UE) prepara-se para adiar o Brexit três a quatro meses, avança o jornal The Guardian.

O dia 29 de março de 2019 tinha sido fixado como prazo final para a saída do Reino Unido da UE, mas fontes de Bruxelas avançaram ao jornal The Guardian que tal é altamente improvável e que agora só se espera que Londres peça o adiamento, previsto no artigo 50, que se poderá estender até julho. “Se a primeira ministra sobreviver e nos disser que precisa de mais tempo para convencer o Parlamento, será oferecida uma extensão técnica até julho”, disse uma fonte da UE ao The Guardian.

Assim, May pode ganhar tempo para alcançar apoio na Casa dos Comuns para ratificar o atual acordo com Bruxelas. O processo de negociação do Brexit arrasta-se há dois anos.

Contudo, este adiamento trará outras complicações já que as eleições para o Parlamento Europeu se realizam em maio e se espera que a primeira sessão do novo PE ocorra em julho. Ou seja, apesar de estar de saída, o Reino Unido teria de eleger eurodeputados.