Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Chefe de gabinete da Casa Branca prepara-se para abandonar o cargo

epa

Segundo a CNN, a relação entre o Presidente Trump e John Kelly chegou a um ponto de não retorno e a substituição do antigo secretário para a Segurança Interna estará já a ser planeada

John Kelly, chefe de gabinete da Casa Branca, prepara-se para abandonar o cargo, avança a CNN citando duas fontes próximas da ala oeste.

Ao que a notícia indica, o relacionamento entre Kelly o Presidente Donald Trump - tenso há já algum tempo - chegou a um ponto de não retorno, de tal forma que já não se falam sequer.

Na altura em que foi escolhido para o cargo, há cerca de dezassete meses, o até então secretário para a Segurança Interna foi considerado como o único capaz de pôr ordem na Casa Branca. Mas a tarefa tem-se revelado particularmente complicada.

Em fevereiro esteve quase de partida, depois de ter vindo a público defender o assistente Rob Porter, o primeiro de dois funcionários a demitirem-se após terem sido acusados de violência doméstica. A sua intenção de se demitir chegou a ser anunciada.

Kelly não escapou às lutas internas e controvérsias que têm definido a presidência de Trump desde o início. E embora o Presidente lhe tenha pedido, durante o verão, para permanecer na chefia do gabinete por mais dois anos, a relação mudou e os dois não se falam há alguns dias, escreve a CNN.

Trump estará a preparar um plano de substituição, apesar de uma fonte citada pela cadeia televisiva sublinhar que, por enquanto, nada é definitivo. Entre os possíveis sucessores está o nome de Nick Ayers, chefe de equipa do vice-presidente Mike Pence, visto como um dos principais candidatos.