Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

George W. Bush despede-se do pai: “O melhor que um filho poderia ter”

Reuters

Discurso do antigo Presidente foi um dos momentos mais emotivos da cerimónia realizada na Catedral de Washington. O caixão com o corpo de George H. W. Bush seguiu depois para o Texas, escoltado por um cortejo militar

Em dia de luto oficial, Donald Trump e todos os ex-Presidentes dos Estados Unidos vivos prestaram esta quarta-feira a última homenagem a George H. W. Bush, acompanhando o funeral de Estado do antigo Presidente norte-americano.

“Vamos sentir a falta dele”, afirmou o filho, Geoge W. Bush, no discurso proferido na Catedral de Washington, naquele que acabou por ser um dos momentos mais emotivos da cerimónia.

Sobre o pai, o também ex-Presidente afirmou: “A sua integridade, sinceridade e a sua alma bondosa ficarão connosco para sempre”, não contendo a emoção ao descrever “o melhor pai que um filho ou filha poderia ter”.

O evento restrito foi acompanhado também por personalidades internacionais, entre elas o herdeiro do trono britânico, o príncipe Carlos; a chanceler alemã Angela Merkel; e o rei da Jordânia, Abdullah II.

Concluída a cerimónia, o caixão com o corpo de George H.W. Bush - coberto com a bandeira norte-americana - foi levado da catedral escoltado por um cortejo militar. O corpo seguiu para o Texas, onde ficará exposto ao público até esta manhã de quinta-feira.

Um segundo culto será celebrado antes de o corpo ser levado para a Biblioteca presidencial e Museu George H.W. Bush, em cujos terrenos será sepultado, ao lado da mulher, Barbara, e da filha Robin, que morreu de leucemia em 1953, aos 3 anos de idade.