Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Cuba tem a partir desta quinta-feira acesso à internet móvel 

YAMIL LAGE/GETTY

Os cubanos têm a partir desta quinta-feira acesso à rede 3G nos telemóveis. Mas os preços são ainda inacessíveis para a maioria da população, que aufere em média 25 euros por mês

Cuba inicia esta quinta-feira a comercialização do serviço de acesso à internet móvel através da rede de terceira geração (3G), dando mais um passo rumo à digitalização da sociedade. A ilha comunista é um dos últimos países do mundo a disponibilizar este serviço, combatendo assim o isolamento tecnológico.

Segundo a presidente da empresa estatal de telecomunicações de Cuba (ETECSA), Mayra Arevich, o serviço 3G deverá estar totalmente implementado no país entre esta quinta-feira e sábado. “Podem ocorrer alguns problemas em certas áreas. A rede 3G deverá estar operacional nos próximos três dias”, alertou a responsável.

Os cidadãos cubanos – que até agora tinham apenas acesso a contas de e-mail estatais nos seus telemóveis – podem aderir a pacotes de dados de 600 MB e 4G por um valor de 7 pesos cubanos convertíveis (6,15 euros) e 30 pesos cubanos convertíveis (26,35 euros), respetivamente. Valores que são inacessíveis para a maioria da população que aufere em média 25 euros por mês.

O Presidente cubano, Miguel Diaz-Canel – utilizador frequente do Twitter –, congratulou-se com o facto de o país “continuar a avançar na digitalização da sociedade”, enquanto o ministro das Comunicações, Jorge Luis Perdomo Di-Lella, garantiu que o crescente acesso à internet continuará a ser uma prioridade do regime, pelo que “serão dados mais passos nesse sentido”, de acordo com a agência Cuba News.

Até 2013, a internet era apenas restrita a hotéis e organismos do Estado em Cuba, passando depois a estar também disponível em cybercafés. Dois anos mais tarde, os cubanos passaram a ter acesso à rede wi-fi em centros culturais e outros espaços públicos e só no ano passado foi possível ter acesso à internet em casa.

Com uma das menores taxas de uso de internet do mundo, Cuba tem dado passos progressivos nos últimos anos em termos tecnológicos, sobretudo depois do restabelecimento das relações diplomáticas com os EUA em 2015. Estima-se que cerca de metade da população cubana (cerca de 11,48 milhões) possua um telemóvel.