Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Colisão de dois aviões militares norte-americanos faz pelo menos um morto. Cinco tribulantes continuam desaparecidos

JIJI PRESS

Dois aviões da Marinha norte-americana destacada no Japão, colidiram no ar durante um exercício de rotina. Um tripulante foi encontrado vivo e outro já sem vida. Cinco continuam desaparecidos

Um dos militares norte-americanos desaparecidos depois de uma colisão de dois aviões militares no ar, no Japão, foi encontrado sem vida esta quinta-feira. Um outro foi resgatado “de boa saúde” na quarta-feira e outros cinco continuam desaparecidos.

Dois aviões da Marinha norte-americana colidiram no ar na terça-feira durante uma manobra de reabastecimento de combustível e os destroços das aeronaves caíram no mar, a cerca de 300 quilómetros de Iwakuni, no sul do Japão.

A Marinha disse, em comunicado, que os dois aviões estavam num treino de rotina, que inclui manobras de reabastecimento aéreo, quando se deu o acidente, mas ainda não foi possível determinar as causas que provocaram a colisão.

As forças de Defesa Marítima japonesas estão a participar nas buscas ao lado dos norte-americanos e já enviaram aviões e várias embarcações para o local onde os aviões terão caído.

Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, enviou, através do Twitter, uma mensagem aos envolvidos no acidente e agradeceu às Forças Armadas norte-americanas pela “resposta imediata nos esforços de salvamento”.